Archives for 

Teatro Vitrine

BOLINGBROOK EM CEPÃES COM CASA CHEIA

Dia 14 de Julho o Teatro Vitrine do Grupo Nun`Álvares apresentou-se no Salão Paroquial de Cepães com a peça de teatro “ Bolingbrook” a convite da Sociedade de RecreioCepanense.

Fizeram-se acompanhar de alunos da Cercifaf e a apresentação da peça agradou aos presentes a cuidar pelos aplausos recebidos. É muito gratificante atuar em Cepães, terra de teatro, que sempre nos presenteia com casa cheia, o que para amadores puros é a melhor recompensa pelo trabalho desenvolvido.

No final da peça foi lançado um repto ao público presente para que apoiem e façam florir a ideia dos responsáveis da S R Cepanense em criar uma secção de teatro.

Pelo Teatro Vitrine, só temos de agradecer toda a amabilidade dispensada e dizer ATÉ BREVE.

FIM DE SEMANA ALUCINANTE

Qualquer pessoa que seja o primeiro responsável duma coletividade só poderá ficar satisfeito com o demonstrar de vitalidade das suas atividades.

É por esse motivo que aqui quero mostrar a minha satisfação e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido neste fim de semana que começou bem cedo.

Assim às 22 horas de sexta feira começou o Nun` Álvares Futsal Cup que haveria de decorrer até às 16 horas de sábado organizado pela Secção de Futsal do Grupo. Quero aproveitar para dar os parabéns aos elementos que o organizaram, dando prova de maturidade organizacional não deixando nenhum pormenor por tratar. Francamente que gostei do trabalho que vi e do empenho demonstrado para que o evento fosse do agrado geral. Como nota menos feliz, o sucedido a um dos árbitros que subitamente se sentiu mal tendo sido necessário recorrer aos serviços hospitalares. Aproveito para desejar-lhe umas rápidas melhoras e agradecer todo o trabalho desenvolvido. O balanço final desta organização deverá ser feito pela secção.

No sábado logo pela manhã tivemos atletas de Patinagem Artística nas provas de apuramento para os Nacionais em Castro Verde prova que se desenrolou até domingo.

Ainda no sábado pelas 15 horas o Coral Santo Condestável apresentou-se na Igreja Nova numa missa de casamento.

Pelas 21,30 horas integrada do programa da expo-Rural decorreu uma Passagem de Modelos, sendo a primeira apresentação da escola de formação de manequins de passerelle, fotográficos, maquilhagem e produção de imagem, desta nova atividade do Grupo Nun`Álvares.

No domingo pelas 15 horas o Teatro Vitrine apresentou no Cine Teatro de Fafe a peça de teatro “Bolingbrook “ destinada a idosos e utentes dos lares do concelho, espetáculo inserido no protocolo assinado com a Câmara Municipal de Fafe.

Perante esta realidade como é que acham que eu me devo sentir…   … FELIZ

O Presidente da Direção

BOLINGBROOK para mais velhos

Dando satisfação ao protocolado com a Câmara Municipal de Fafe, o Teatro Vitrine do Grupo Nun’Álvares apresenta a peça de teatro Bolingbrook, no Teatro-Cinema de Fafe, no próximo Domingo, pelas 15:00 horas, espectáculo destinado exclusivamente para lares de terceira idade e idosos.

“Cama para 3” em Tondela

Desde o dia 28 de Abril decorre em Alvarim – Tondela a 14.ª Edição do FESTA: Festival de Teatro Amador de Alvarim, promovido pelo Grupo de Teatro Teia da Associação ARCA.

A convite da direção do Festival o Grupo de Teatro Vitrine participou com a peça “Cama para 3”, no passado dia 5 de Maio. 

O público vibrou com todo o elenco da peça, brindando-os com sonoras gargalhadas.

Os Vitrinistas ficaram, particularmente, sensibilizados pela forma acolhedora com que foram recebidos, ficando a enorme vontade de retribuir o gesto, esperam, por isso, que seja num futuro muito próximo. Assim as condições nos permitam.

TEATRO VITRINE NO CONCURSO NACIONAL DE TEATRO

Em tempo próprio, o Teatro Vitrine do Grupo Nun’Álvares apresentou a sua candidatura à participação no Concurso Nacional de Teatro, tal como o fizeram cerca de duas dezenas de coletividades. Com satisfação, os Vitrinistas viram a peça “Bolingbrook” ser selecionada e aparecer entre as nove que de 3 de Fevereiro a 2 de Março se apresentariam no palco do Theatro Club da Póvoa de Lanhoso, sala onde teria lugar este evento.

Além do Teatro Vitrine do Grupo Nun’Álvares foram selecionados para o concurso, trabalhos das seguintes instituições: Associação Académica e Cultural de Ermesinde (Teatro Casca de Nós), Associação Sorriso do Atlântico (Funchal), Circulo de Arte e Recreio de Guimarães (Teatro de Ensaio Raúl Brandão), Cooperativa Habitação Económica Nova Morada (Oeiras), Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente (Ovar), Grupo de Animação e Teatro “Espelho Mágico” (Setúbal), Agaiarte – Associação Gaia Arte Estúdio (Vila Nova de Gaia), GETAS Centro Cultural (Sardoal).

O Teatro Vitrine apresentou “Bolingbrook” em 2 de Março e, apesar de ser noite do importante jogo de futebol entre Benfica e Porto, a bonita sala do teatro estava superlotada, verificando-se a presença de um público muito jovem.

Os Nun’Alvaristas tiveram uma digna apresentação que parece ter agradado ao muito público presente e, sem dúvida, muito honrosa para o Grupo Nun’Álvares.

O Grupo Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente (Ovar) foi o vencedor desta VIII edição do concurso, com a peça “Gradim à Janela da Ausência”, recebendo o prémio Ruy de Carvalho.

O Teatro Vitrine foi nomeado para o prémio melhor Guarda Roupa, mas o mesmo acabou por ser entregue ao Grupo de Animação e Teatro “Espelho Mágico” (Setúbal).

Estas participações são muito importantes já que são momentos propícios de divulgação do trabalho realizado a da instituição a que pertencem, mas também momentos de aprendizagem e de progresso.

Parabéns a todos os elementos do Teatro Vitrine pela forma digna e honrosa como se apresentaram e pelo empenho e dedicação que colocaram nesta participação.

UFF…

 

Pela mão da Professora Dª. Zilda Matos pisei pela primeira vez um palco para cantar “ O SOLDADO NA TRINCHEIRA”.  Depois  disso,  nunca mais deixei de frequentar os palcos,  com mais ou menos assiduidade fazendo de tudo um pouco no que concerne na organização de espetáculos.  Aprendi  muito com várias  pessoas  mas seria ingrato não referir o Sr.José Gonçalves  Moreira que foi  a pessoa que mais me incentivou e ensinou na arte de Moulière .

Um dia surgiu no Grupo Nun`Álvares um grupo de jovens com o nome ” Vitrine” que foi integrado  na Secção Teatral, absorvendo os elementos já existentes nesta atividade. O trabalho foi desenvolvido numa espécie de  cooperativa de conhecimento e a obra foi saíndo. Saía e pelos vistos agradava,  pois as salas ficavam sempre cheias e a procura excedia a oferta de lugares. Este facto,  mais os aplausos no final dos espetáculos e as palavras de incitamento davam-nos ânimo e força  para continuar.

No entanto um assunto nos entristecia: os meios de comunicação social locais ( infelizmente hoje reduzidos a um) não faziam  notícia nem crítica aos nossos trabalhos. É verdade que  amador  que se preza,  é mais sensível   e gosta de ver o seu trabalho difundido e criticado.

Pela minha parte não escondo que  gostava de ver estampada nos jornais da nossa terra a notícia destes eventos com crítica positiva ou negativa que contribuísse  de alguma maneira para corrigirmos ou melhorarmos o nosso trabalho.

Até que a notícia chegou…

O TEATRO VITRINE DO GRUPO NUN´ÁLVARES  FOI SELECIONADO PARA  INTEGRAR A FASE FINAL  DO FESTIVAL NACIONAL DE TEATRO AMADOR.

Assim no dia 3 de Março  do corrente ano iremos apresentar o nosso espetáculo                          “ BOLINBROOK” (com a inclusão de alguns alunos da Cercifaf),  num conjunto de 8 grupos selecionados a nível nacional.

Ficamos mais descansados e  conscientes de que andamos a pisar bons caminhos.

UFF…

GRELHA DE ESPECTÁCULOS ~ CONCURSO NACIONAL DE TEATRO – PÓVOA DE LANHOSO 2012                 

3 de Fevereiro [sexta-feira]

TeatroCasca de Nós – Ermesinde

“O dia em que me Queres – viagem pelo país da poesia”

A partir de vários textos de poesia.

4 de Fevereiro [sábado]

AssociaçãoSorriso do Atlântico – Funchal

“Salvo-conduto”

de João Ricardo Aguiar

10 de Fevereiro [sexta-feira]

 Teatro de Ensaio Raul Brandão – Guimarães

“O Assassinato de Agra, Estória de Cordel”

de Elvira Oliveira

11 de Fevereiro [sábado]

 Teatro Nova Morada – Oeiras

 “A hora zero”

de Cleiber Andrade

17 de Fevereiro [sexta-feira]

 Agaiarte – Associação Gaia Arte Estúdio – Vila Nova de Gaia

“O Dia Seguinte”

de Luíz Francisco Rebello

18 de Fevereiro [sábado]

 Grupo de Animação e Teatro “Espelho Mágico” – Setúbal

“Pinóquio”

Adaptaçãolivre de Céu Campos da obra de Carllo Colodi

24 de Fevereiro [sexta-feira]

 Contacto – Companhia de Teatro Água Corrente – Ovar

“Gradim à Janela da Ausência”

de Manuel Ramos Costa

25 de Fevereiro [sábado]

 GETAS Centro Cultural – Sardoal

“A Casa das Alba”

A partir do texto de Federico Garcia Lorca

2 de Março [sexta-feira]

 Grupo de Teatro Vitrine – Fafe

“Bolingbrook”

Adaptação do texto de Martins Pena

03 de Março [sábado]

 CERIMÓNIA DE ENCERRAMENTO

BláblábláTeatro Jovem de Campo Maior – Campo Maior

“Terror e miséria”

Adaptação do texto de Bertold Brecht

 

Orlando Alves

PALHAÇOS ABRILHANTAM FESTA DE NATAL DA ESCOLA DE MEINEDO

No dia 17/12/2011 os nossos palhaços “Batatinha”, a convite do Conselho da Escola de Meinedo, abrilhantaram a Festa de Natal daquele estabelecimento de ensino.

Foi com grande entusiasmo que os mais pequeninos e até graúdos se divertiram com as tropelias dos dois traquinas.

VITRINE NA FESTA DE NATAL DOS B. V. FAFE

Os Bombeiros Voluntários de Fafe convidaram o Grupo Nun’Álvares a abrilhantar a sua festa de Natal. Esta incumbência foi solicitada ao Grupo de Teatro “Vitrine” que não quis deixar de satisfazer o pedido de quem nos dá tanto.

Assim, foram preparados vários quadros de revista que apresentámos com a melhor das boas vontades no dia 23/11/2011, no Estúdio Fénix.

Foi com imensa satisfação que estivemos nesta festa e participámos no convívio que se seguiu.

BOLINGBROOK REPETE NO CINE TEATRO

Dado o grande pedido por parte de muitos interessados, o Grupo Nun’Álvares decidiu repetir a apresentação da peça “Bolingbrook” no dia 01/12/2011, incluindo o evento nas comemorações do 79º Aniversário.

O interesse era real, pois o Cine Teatro voltou a esgotar com um público que vibrou com o argumento e desempenho dos “Vitrinistas”.

Não é de excluir uma nova apresentação, pois os pedidos de repetição ainda se mantêm.