Archives for 

Teatro Vitrine

FAFENCENA apresenta: Mentiras e Trapaças

Dando seguimento ao programa do FAFENCENA organizado pelo Teatro Vitrine do GNA, sobe ao paldo do Teato Cinema de Fafe no próximo dia 7 de outubro o TACCO-Teatro Amador Circulo Católico de Operários de Vila do Conde que nos apresentará a comédia “Mentiras e Trapaças “

SINOPSE
Toda a ação se desenrola em casa de Etelvina, mulher autoritária, irritante, muito conservadora e mãe de Clarinha, que casará, no dia seguinte com Eduardo. Este estudara e trabalhara, há pouco tempo, em Madrid, onde prometera casamento a Silvana, rapariga desinibida e desabrida.
Silvana vai a casa de Etelvina para chantagear Eduardo e este apresenta-a como mulher de um professor famoso, seu amigo.
Como o professor aparece, inesperadamente na casa e, logo de seguida, a sua verdadeira mulher, a ação complica-se decisivamente…
Até ao final, tudo decorrerá num ambiente de sucessivas mentiras, estratagemas, enganos, confusões, artimanhas, repletas de animação e numa comédia hilariante.

Os bilhetes já estão à venda no Posto de Turismo de Fafe.

FAFENCENA 2017

O mês de Agosto chegou ao fim. Mas com Setembro vem também mais um Fafencena na sua 4ª edição. Durante os meses de Setembro, Outubro e Novembro, o Teatro Vitrine volta a oferecer ao seu publico, do que de melhor se faz no teatro amador, a nível nacional, com a apresentação de dois espetáculos por mês.

Quatro grupos convidados, mais dois espetáculos do grupo da casa, um a abrir e o outro a encerrar o festival, vão fazer sem sombra de dúvida as delicias dos amantes de teatro da nossa cidade. E a sessão de abertura oficial é já no dia 9 de Setembro pelas 21:30 no Teatro Cinema de Fafe. A entrada é livre e este ano tem mais um motivo para comparecer, o teatro vitrine, como já referido, nesse mesmo dia vai abrir o festival com uma performance surpresa, para começar da melhor maneira mais um festival de bom teatro em Fafe.

NOTA: Dado o conteúdo da performance a apresentar, é aconselhável a idade mínima de 16 anos para assistir à mesma.

BALANÇO DO PROGRAMA COMEMORATIVO DE 84º. ANIVERSÁRIO DO GNA

collageO programa delineado para comemorar os 84 anos de vida do GNA foi integralmente realizado.

Não interferindo com as atividades normais e com os compromissos já celebrados, do programa destacamos o Concerto de Música Coral no Teatro Cinema de Fafe onde os “LAGÓIAS”  de Portalegre nos brindaram com música alentejana, a ADN  nos mimoseou com dois números excelentes de dança, sendo um deles superiormente  acompanhado ao piano por Verónica Costa e no saxofone por Liliana Freitas, ficando o fecho do espetáculo a cargo do nosso Coral. Poder-se-á dizer que foi um espetáculo de grande qualidade com bastante afluência de público.

A missa no dia 6 de novembro, em honra do nosso Patrono e pelos Associados falecidos é sempre um momento alto das comemorações.

Neste mesmo dia e por imposição estatutária, realizou-se uma Sessão Solene que serviu para galardoar os sócios de 50 e 25 anos de filiação ao grupo. A Direção, aproveitou para reconhecer o mérito de alguns Associados e atos de altruísmo para com a Coletividade.

O jantar de aniversário, decorreu com muita animação, alegria e boa disposição na Casa do Gandião e contou com a presença de 300 associados. De referir ainda que as sobremesas servidas neste jantar, foram confecionadas por associados (homens) que se dedicaram à arte pasteleira no dia anterior.

O “ Lugar do Outro” foi um trabalho apresentado pelo psicólogo Dr. Belarmino Dias e tratou as relações entre atletas, pais e dirigentes desportivos. Um tema que nesta altura tem bastante justificação no nosso Grupo, dada a grande atividade desportiva. Seguiu-se um resto de tarde de convívio e futebol entre pais de atletas.  Dando sentido ao tema tratado anteriormente, foram os filhos que arbitraram os jogos.

Também o teatro não faltou e apresentou em estreia a peça de teatro “ O Mais Longo Verão “, no Teatro Cinema de Fafe. Dado o interesse manifestado, esta apresentação foi repetida no dia seguinte.

Para terminar as comemorações, realizou-se o Festival de Patinagem Artística no Pavilhão Multiusos. Uma noite de juventude, alegria, arte, luz, cor e emoção num pavilhão a abarrotar de público.

A grande participação dos Associados em toda a programação, que atingiu grande nível, foi uma constante o que a Direção desde já agradece. Para este êxito muito contribuiu o apoio da CM da Fafe, da Junta de Freguesia de Fafe, da Paróquia de Fafe e dos Bombeiros Voluntários de Fafe. A todos o Grupo Nun’Álvares endereça sinceros agradecimentos.

A satisfação da Direção poderia ser ainda maior se a candidatura apresentada ao Concurso de Modernização de Infraestruturas Desportivas da Federação Portuguesa de Futebol  tivesse sido selecionada, o que consideraríamos uma excelente prenda.

O MAIS LONGO VERÃO (Esgotado)

05_o-mais-longo-verao

O Grupo Nun’Álvares informa que a peça de teatro “O Mais  Longo Verão“ a ser exibido no próximo sábado, no Teatro Cinema de Fafe tem a lotação esgotada.

Os interessados em assistir a este espetáculo, ainda poderão adquirir ingressos para a sessão de domingo às 17 horas no mesmo local.

FAFENCENA’16 – MULHERES

É já no próximo dia 15 de outubro de 2016, sábado, pelas 21h30, que o Grupo Cultural e Recreativo da Retorta sobe ao palco do Teatro-Cinema de Fafe com a sua produção “Mulheres”.

Depois do êxito que foi a sua última passagem pelo palco FAFENCENA, quando apresentaram a comédia “Óculos de Sol”, a organização concluiu que seria uma boa aposta repetir a dose.

Não percam.

04_mulheres

SINOPSE

Há histórias que não devem ficar só no papel,

precisam de ser escutadas e partilhadas.

Há histórias que têm um pulsar próprio, forte e incomum.

Há histórias, dos outros, que nos fazem lembrar das nossas histórias

e há, histórias que ouvimos, que nos ensinam a ajudar os outros.

Esta história é sobre… o amor,

a amizade,

o desamor…

a liberdade.

É sobre… mulheres,

adolescentes, amigas, mães, irmãs,

atinos e desatinos,

decisões e hesitações,

alegrias e singularidades,

tristezas e desilusões.

Esta história, é destas personagens…

mas também podia ser vossa… podia ser…

de qualquer um…

 

Encenação e Dramaturgia

Laura Ferreira

FAFENCENA’16 – CORAÇÃO DE UM PUGILISTA

Findo que está o período de férias, o Festival de Teatro de Fafe – FAFENCENA – retoma o seu curso e apresenta, já no próximo sábado – 17-set-2016 – pela mão do Theatron – Associação Cultural, a peça “O coração de um pugilista”. Trata-se de um trabalho baseado num texto “que mostra o melhor de dois seres, o encontro e o confronto de duas gerações, o desafio da descoberta, uma história de amor e coragem, o tempo que passa e não espera…

Onde nos levam as nossas escolhas? Qual o momento decisivo?

Há sempre alguém que nos mostra um outro lado da coisa, mesmo quando tudo corre mal.

No Teatro-Cinema de Fafe, pelas 21h30, com os bilhetes à venda no Posto de Turismo de Fafe ou, antes do espetáculo, na bilheteira do Teatro-Cinema, não há desculpa para não aparecer…

Um espetáculo verdadeiramente imperdível!

03_coracao-de-um-pugilista

WORKSHOP DE VOZ E RESPIRAÇÃO

workshop_voz_2016_face

Dado o êxito da formação realizada a 25-junho-2016, o Grupo Nun’Álvares e o Teatro Vitrine decidiram levar a efeito uma segunda edição (repetição da primeira) do Workshop de Voz e Respiração.

Convidamos todos os interessados a inscreverem-se o quanto antes na secretaria do Grupo Nun’Álvares ou em teatrovitrine.gruponunalvares.pt/interno.

Não percam!

O BELO LÁPIS AZUL

Foto de família no final da Sessão de Abertura do FAFENCENA'16

Foto de família, no final da Sessão de Abertura do FAFENCENA’16

Como anunciado no passado dia 21-maio-2016, durante a Sessão de Abertura do FAFENCENA’16, a companhia de teatro, LOUCOMOTIVA – Grupo de Teatro de Taveiro, apresentará a sua produção “O Belo Lápis Azul” no Teatro-Cinema de Fafe, no dia 28-maio-2016, pelas 21h30.

"O belo Lápis Azul" da companhia Loucomotiva

“O belo Lápis Azul” da companhia Loucomotiva

SINOPSE

O que é que o melhor encenador e o melhor ator de teatro podem querer mais a seguir ao seu mais recente e aclamado sucesso? Encontrar a peça perfeita para se poderem retirar e acabar com a pressão que lhes é imposta pelo meio artístico, uma vez que não se conseguem livrar dos êxitos de bilheteira. Como fazer isso? Contrariando o que sempre fizeram e procurando um texto que seja tão mau que ninguém queira nunca mais ver nada deles.
Para ser realmente mau não há que enganar, basta um texto mau, aliás, péssimo, mas que por isso se torna bom. Um espetáculo planeado para falhar onde a temática aborda a censura e o Estado Novo de forma elogiosa, o que para todos os efeitos seria mau… mas que, ao que parece, aqui é deveras bom. Mas bom de bom? Claro que não, bom de mau, o que faz de O belo lápis azul uma peça horrível, mas um horrível daqueles que até é bom.

FAFENCENA’16

convite

O Grupo Nun’Álvares, juntamente com o Teatro Vitrine e a C. M. de Fafe (Cidade de Fafe), levam a efeito, iniciando-se já neste mês de maio, a III ed. do FAFENCENA – Festival de Teatro de Fafe. Com o objetivo de dar a conhecer as Companhias/Peças que compõem o cartaz de 2016, haverá uma Sessão de Abertura, no próximo de 21-maio-2016 pelas 21h30, na Sala Manoel de Oliveira, para a qual temos a maior satisfação em convidar todos os nossos amigos, admiradores, seguidores… e afins…
Considerem-se bem-vindos!…